Home Oficinas

Oficinas - Perna de Pau

DEMONSTRAÇÃO DE TRABALHO: OS RECURSOS DE PROLONGAMENTO DO CORPO DO ATOR NO ESPETÁCULO "A PEREIRA DA TIA MISÉRIA"

pereira-da-tia-miseria-as-de-paus-16
 
Os atores demonstram suas pesquisas corporais na criação das personagens da obra, mostrando diferentes qualidades físicas possíveis com os aparelhos, sendo estes: pernas de pau, máscaras, bastões, tecidos, muletas e bonecos.
Nesta demonstração, também são abordados recursos como o coro cênico, a voz e o tônus, vistos pela companhia como prolongamentos do corpo do ator, não aparelhados.

Leia mais...

PROLONGAMENTOS DO CORPO DO ATOR

  A pesquisa em prolongamentos do corpo do ator tem por objetivo de projetar a energia cênica do ator em aparelhos que ampliem sua extensão física, na tentativa de modificar sua corporeidade e descobrir possibilidades de encenação. Com a experiência, o Ás de Paus descobriu uma vertente específica em sua linguagem teatral, e um viés de treinamento físico para atores que engloba fatores importantes para a criação cênica.

Leia mais...

O CORPO INDIVIDUAL E COLETIVO NO ESPAÇO

  O Núcleo Ás de Paus desenvolve suas criações cênicas a partir da direção coletiva. Para isso, entre vários métodos de pesquisa desta coletividade na criação teatral, a companhia descobriu que a linguagem do coro cênico (agrupamento de atores em cena, utilizado desde os primórdios do teatro grego) é uma ferramenta eficaz para o exercício da percepção espacial coletiva e unidade corporal/vocal dos atores, questões que normalmente são resolvidas pelo olhar externo de um diretor teatral. No aprofundamento desta técnica, o Núcleo desenvolveu uma série de exercícios para treinamento corporal que fornecem noções espaciais e interpretativas tanto individuais do ator, quanto coletivas de um grupo.

Leia mais...

INICIAÇÃO NA PERNA DE PAU

Por proporcionar figuras alegóricas, a perna de pau, elemento antigo de prolongamento do corpo, comumente é associada a brincadeiras e festas populares. 
Sabe-se que, na antiguidade, pastores a utilizavam para melhor ver seu rebanho. Com o tempo, ela foi incorporada ao circo e, consequentemente, às demais artes cênicas.  
O estranhamento causado pela figura do pernalta abre inúmeras possibilidades teatrais ao andante, sem que este necessite de qualquer experiência convencional de teatro, trata-se de um fazer teatral genuíno e sem preceitos, performático e livre.

Leia mais...